quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Leitão assado regressa à confecção tradicional


O Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas publicou em Diário da República, um despacho que permite a utilização de técnicas tradicionais na confecção do leitão assado.
O despacho, que entra em vigor terça-feira, estabelece as derrogações ao disposto nos regulamentos comunitários relativos às normas de higiene, salientando que "a utilização dos modos tradicionais de preparação do leitão não comprometem a concretização dos objectivos daqueles diplomas".
A aplicação das derrogações previstas no despacho depende da decisão do médico veterinário inspector sanitário oficial, "atendendo em especial ao resultado da inspecção 'ante mortem' e a qualquer outra informação pertinente".

5 comentários:

Pedro Costa disse...

Só esses idiotas dos burocratas é que ainda não sabiam que, desde que não esteja impróprio para consumo à partida, qualquer leitão fica praticamente esterilizado durante a assadura.
Pelas temperaturas atingidas (mesmo no interior dos tecidos) e pelo tempo que passa (muito) acima dos setenta graus.
Esses idiotas desses burocratas mais os idiotas dos dinamarqueses que lhes metem essas coisas na cabeça deviam era começar a ficar preocupados com factos mais alaramantes: desde que começou este horror à exposição aos microorganismos, o número das alergias e a severidade das reacções do organismo às exposições têm crescido de forma violenta.

BURRIQUEIRO disse...

ELES ESTAVAM ERA COM MEDO QUE O LEITAO ACABA SE ....... SIM, PODERIAM SER RIGOROSOS, MAS EM TERMOS DE NORMAS DE HIGIENE, OU MELHOR, HIGIENE NOS LOCAIS DE CONFEÇAO.

ADMINISTRAÇÃO disse...

Aconselham-se os senhores comentadores a manterem-se dentro da linha de teor do post e a deixarem-se de "criancices", "auto-comiseração" e/ou má educação gratuita.

Para isso, há outro tipo de blogs ou, se não estiverem contentes, podem sempre criar um novo blog exclusivamente para isso. É gratuito e a blogger agradeçe.

Nós agradecemos.

Estrangeiro disse...

Ao Sr. Administrador:

Caros senhores, atendendo ao rigor colocado na apreciação feita aos comentários sobre este post, espero que este se mantenha, bem como os critérios que conduzem á produção de avisos como o presente. Lamento imenso que o Sr. Administrador tenha deixado passar em claro todos os comentários que aqui foram colocados anteriormente, noas mais variados post's, sobre os mais variados assuntos e que, ou nada tinham a ver com o assunto ou se materializavam em atentados, gratuitos, contra a dignidade das pessoas.

Não vi, nas palavras do Sr. Pedro Costa ou do Burriqueiro, qualquer das atitudes que a Administração refere. Concluo que, provavelmente, o Sr. Administrador ter-se-á equivocado e colocou este aviso no post errado porque se tal não aconteceu, o mesmo não se compreende.

Já agora, o Sr. Administrador, tem, vezes demais, tomado parte em situações que não se compreendem, tolerando comportamentos e comentários injuriosos de pessoas que, face às suas responsabilidades, deveriam adoptar uma postura diferente. Tem sido conivente com verdadeiros atentados pessoais, sem nunca ter visto uma letra sobre esta matéria. Porque é que lhe subiu agora, de repente, a mostarda ao nariz? Será por todas as vezes em que deveria ter feito alguma coisa e não fez? Ou será que conhece algum dos autores dos comentários anteriores e não gosta da pessoa em causa?

Nós, "contribuintes" do blog, também agradecemos idoneidade, respeito e igualdade de tratamento porque, tal como o Sr. Administrador, alguns andam cá desde o Lusograma-o-fone!
E convém não esquecer que se este blog (ainda) é o que é, tal acontece porque, para além do Sr. Administrador, nos tem também a nós, pobres "contribuinte".

ADMINISTRAÇÃO disse...

Caro Estrangeiro

O nosso comentário refere-se a todos os comentários que foram apagados neste post e não, como é óbvio aos dois comentários que permaneceram e que estão dentro do espírito do post.

A Administração é um orgão plural, constituído por várias pessoas e não se compadece com amizades pessoais e/ou outras situações, mas possui concerteza uma linha editorial agindo em total liberdade de juízo sobre tudo o que é publicado e/ou eliminado como em qualquer outro blogue ou orgão de difusão de notícias e opiniões como é o caso dos jornais.

Quanto aos "colaboradores", todos são bem vindos, desde que dentro das regras de educação e tolerância pela opinião dos outros.
Sempre que os "nossos" limites forem ultrapassados, os comentários e/ou posts serão apagados sem aviso prévio assim que algum dos membros da Administração tiver acesso ao blogue e sem nenhum medo de fantasmas da "outra senhora" como é o caso da palavra "censura".


Obrigado pela sua colaboração, a sua opinião é importante!