sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

"Boas Entradas"

Sei que a partir de hoje, e até ao ultimo segundo do presente ano, várias pessoas me vão desejar umas "Boas Entradas"
Assim aproveito, desde já, para Agradecer e Retribuir

Eu só gostava de saber quem foi o cretino que se lembrou de inventar esta coisa que aterrou em todos os lares na Noite de Natal este ano

Santas Babies: música de Natal para se ver

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Mas, afinal de contas...


... o que é uma convergência de esquerda?

Pretende-se enfiar no mesmo saco, mencheviquismos, bolcheviquismos, mautzétungnismos, chegevarismos, estruturalismos e poesia?

Quase que apetece dizer:
- Só se preocupa, só sabe e só é esperto, quem é de esquerda!

enfim...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Kraftwerk - Radioactivity

"I do not know what the third world war will be fought with, but the fourth world war will be fought with sticks and stones."
Albert Einstein

sábado, 13 de dezembro de 2008

Ah! E bom fim-de-semana, mesmo com chuva!

Modena City Ramblers - In un giorno di pioggia

Ryuichi Sakamoto - Merry Christmas Mr. Lawrence

Que o vosso Natal seja feliz... por todos aqueles que não o podem ter.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

O Natal já chegou ao amo-te Luso


MixwitMixwit make a mixtapeMixwit mixtapes


PlayList:
1. Sarah McLachlan - Song For A Winter's Night
2. Joni Mitchell - River
3. Trans-Siberian Orchestra - Christmas Canon
4. Diana Krall - Christmas Time Is Here
5. Smashing Pumpkins - Christmastime
6. john lennon - Happy Christmas
7. Paul McCartney - Wonderful Christmas Time
8. Sufjan Stevens - O Holy Night
9. Mannheim Steamroller - Angels We Have Heard on High
10. The Bird and the Bee - Carol of the Bells
11. Frank Sinatra - Hark The Herald Angels Sing
12. The Format - Holly Jolly Christmas
13. - Burl Ives - Silver And Gold
14. Johnny Cash - Oh Come All Ye Faithful
15. Tony Bennett - Deck The Halls
16. Stevie Wonder - Silver Bells
17. the beach boys - little saint nick
18. Nsync - Merry Christmas, Happy Holiday
19. Marvin Gaye - I Want To Come Home For Christmas
20. Various Artists - Last Christmas - Wham!
21. Bing Crosby - It's Beginning To Look A Lot Like Christmas
22. Mindy Cohn and Nancy McKeon - We Need a Little Christmas
23. Elton John - Step Into Christmas
24. Bruce Springsteen - Santa Claus is Comin' to Town
25. Alvin & the Chipmunks - The Christmas Song
26. Michael Buble - White Christmas
27. King's College Choir - Ding Dong, Merrily on High
28. Johnny Mathis - Winter Wonderland
29. The Mormon Tabernacle Choir - For Unto Us A Child Is Born
30. Nat King Cole - The Christmas Song (Merry Christmas To You)
31. Doris Day - I'll Be Home For Christmas
32. Brenda Lee - Rockin around the Christmas Tr
33. Dean Martin - Rudolph The Red Nosed Reindeer
34. Leon Redbone & Zooey Daschanel - Baby, It's Cold Outside
35. Jackson 5 - 05 Frosty The Snowman
36. Eartha Kitt - Santa Baby
37. Snow Patrol - Just Like Christmas (Live on Radio 1 15.12.04)
38. The Pogues Feat. Kirsty MacColl - A Fairytale Of New York
39. Eagles - Please Come Home for Christmas
40. Ella Fitzgerald - Sleigh Ride
41. The Brian Setzer Orchestra - Jingle Bells
42. Classic Carolers - Here We Come A Caroling
43. Faith Hill - Where Are You Christmas?
44. Belle and Sebastian_ - The Twelve Days of Christmas
45. Chris Isaak - Let It Snow
46. Carpenters - Merry Christmas, Darling
47. Vince Guaraldi Trio - Linus And Lucy
48. Celine Dion - The Magic Of Christmas Day (God Bless Us Everyone)
49. Elvis Presley - Blue Christmas
50. Kelly Clarkson - My Grown Up Christmas List
51. Darlene Love - Christmas (Baby Please Come Home)
52. Gladys Knight And The Pips - Do You Hear What I Hear
53. Amy Grant - Breath Of Heaven (Mary's Song)
54. Bing Crosby & David Bowie - Peace On Earth & Little Drummer Boy
55. Dismemberment Plan - This Christmas
56. Low - Silent Night
57. Whoville Carols - Welcome Christmas
58. California Guitar Trio - Oh Christmas Tree (Traditional)
59. John Mellencamp - I Saw Mommy Kissing Santa Claus
60. Clay Aiken - Celebrate Me Home
61. James Taylor - Greensleeves
62. Josh Groban - The First Noel (Duet With Faith Hill)
63. Tchaikovsky, Peter - Nutcracker Ballet, The: Medley (full orchestra)
64. Muppets with John Denver - We Wish You a Merry Christmas
65. Rufus Wainwright - Spotlight On Christmas
66. Vince Gill - O Little Town of Bethlehem
67. - harry belafonte - 15 i heard the bells on christmas day
68. Bright Eyes - God Rest Ye Merry Gentlemen
69. Mariah Carey - All I Want For Christmas Is You
70. Aretha Franklin - Joy To The World
71. Judy Garland - Have Yourself A Merry Little Christmas
72. Harry Connick, Jr. - What Are You Doing New Year's Eve?
73. Abba - Happy New Year
74. Barenaked Ladies - Auld Lang Syne

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Feliz Natal e Próspero ano Novo

São os meus votos para todos aqueles que (ainda) se preocupam em ler as "patacoadas" que por aqui escrevo.

O ano que se avizinha, vai ser necessáriamente um ano de grandes mudanças mas vou arriscar algumas previsões baseadas nos signos do zodíaco :-)))))

- A crise internacional deverá atingir o seu patamar máximo em Abril de 2009 (altura em que os valores da safra cerealífera do Hemisfério Sul vão ser conhecidos em definitivo), não havendo previsões exactas sobre quando poderão as coisas melhorar.
- Vão ser concluídas todas (?) as obras públicas do concelho a tempo das eleições ou pelo menos a tempo da escolha do próximo candidato PS à Câmara Municipal.
- O Bussaco vai ter um novo modelo de gestão mas vai continuar tudo na mesma.
- Vai passar a haver um "franshising" judeu do muro das lamentações no Luso.
- O problema da chapadaria que às vezes se gera na Fonte de S. João vai ser definitivamente resolvido pela colocação de um bebedouro de água canalizada junto à fonte.
- O PSD vai continuar a passar a vida com lutas internas.
- As termas vão ser remodeladas mas ninguém sabe ao certo o que vai acontecer a seguir.
- O PS vai ganhar a Câmara Municipal de Mealhada seja qual for o candidato que se apresente.

.... e mais dificil ainda ....

- O Benfica vai ganhar o campeonato.

e...

- Depois de dias com chuva, vêm dias com sol! (esta é que é certa)



Cabeça erguida, sorriso nos lábios e muito espírito de sacrifício, são os meus votos para 2009.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Bussaco - "Velho" modelo de gestão?

O tema "Mata Nacional do Buçaco" já cansa! É uma espécie de analgésico de que se lembram os nossos governantes e oposições (locais e nacionais), sempre que há eleições, sejam elas internas ou voltadas para os cidadãos.

Recorrentemente, aparece um "ponta-de-lança" a prometer que vai marcar um golo mas, tal como nos craques do futebol, dá tantos toques na bola que acaba por a perder - até parece que faz de propósito.

Tem sido assim, pelo menos durante os últimos 35 anos!!!! (mandem-me calar se estiver a dizer alguma mentira!)

Durante todos estes anos, panóplias de soluções "milagrosas" foram projectadas e apresentadas, mas uma coisa é certa: NÃO SE PASSOU UM SÓ ANO EM QUE A MATA NÃO FICASSE MAIS DEGRADADA E ABANDONADA, FOSSE QUAL FOSSE, O GOVERNO, CÂMARA OU PARTIDO!

Pelo menos admitam (uns e outros) a verdade: que o interesse no Buçaco é exclusivamente eleitoralista!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Só para chatear o GBM


Foi publicado no passado dia 20 de Novembro, para quem possa estar interessado, no site oficial da Junta de Freguesia de Luso, a informação sobre o projecto de remodelação do Mercado de Luso

Curiosamente, dia 1 de Dezembro (10 dias depois) surgiu Este Post no blog do nosso amigo GBM.

Agora, expliquem como se eu fosse muito burro: é o site que não se actualiza ou as pessoas que não se preocupam em o consultar? - É que a interactividade depende não só do site, mas igualmente dos seus visitantes.

É óbvio, que um pouquinho de mais actualização da informação não faria mal a ninguém, mas igualmente, não nos podemos esquecer que o site não é nenhum blog, que não é suposto sobrepor-se ao site da CMM e que nem sempre se podem "inventar" notícias só para manter audiências tal como se faz noutro tipo de páginas.

Talvez com o estimulo correcto, a funcionária que lá trabalha, possa (um dia) por em prática ainda com mais afinco, a capacidade de trabalho que tem demonstrado noutras áreas específicas da sua competência e atribuições profissionais.

E após 3 anos, a SAL lá descobriu que:


O melhor sabor para as águas é mesmo o sabor a .... água!

"A SCC acaba de lançar a nova Formas Luso Natural, com a mesma função de Formas Luso – redução do apetite – mas sem sabor, reforçando assim a sua aposta na inovação! A nova Formas Luso Natural, considerada uma inovação a nível mundial, já está disponível e vem preencher uma lacuna no mercado das bebidas funcionais. Essencialmente pensada para os consumidores que não gostam de águas com sabor, Formas Luso Natural é a mais recente aposta da SCC no mercado das bebidas funcionais.."

Agora sim: inovação, liderança de mercado, investigação... e tudo isto sem "estragar". Resta saber quantas paletes de garrafões de 5 lt, águas de 1,5 Lt ou águas de 0,33 lt, vai ser preciso oferecer por cada palete destas, para que se torne num "sucesso" comercial (como as anteriores). - espero que seja menos e, que esta (finalmente), seja um verdadeiro exito comercial em vez de uma mera manobra contabilística destinada a alimentar artificialmente o ego e o currículo de "algumas" pessoas.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

As sondagens valem o que valem:

Mas está mais do que visto que há "Necessidade de Mudança" (quer do PS, quer do PSD, é claro!)

Não estaria na hora de criar listas independentes para finalmente trabalhar a sério, e de deixar a política para quem a faz (ou quer fazer)?

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Malo Clinic no novo Meliá Madeira Mare


O Malo Group assinou uma parceria com a cadeia Sol Meliá para integrar uma clínica e um Medical Spa no novo hotel do grupo, o Meliá Madeira Mare, anunciaram responsáveis do grupo na apresentação da unidade.
"Nós não fazemos pequenas clínicas, só grandes e o nosso paciente-tipo é aquele que escolhe serviços mais caros. Daí termo-nos associado a este cinco estrelas", afirma Paulo Maló, presidente e CEO do Malo Clinic Health & Welness. Presente em 12 países e cinco continentes, trata-se do maior centro de Implantologia e Reabilitação Oral Fixa do mundo.
A unidade de cinco estrelas, localizada no Lido, Funchal, abriu este mês ao público em regime de soft opening e será inaugurado oficialmente em Março de 2009. "Pela a primeira vez, o grupo assume a vertente do turismo clínico", explicou Manuel Proença, presidente do Grupo Hotti Hoteis, que gere vários hotéis Sol Meliá no País. Com um custo de 32 milhões de euros, "este é o maior investimento que já fizemos em hotelaria em Portugal", assegurou o responsável. Para o próximo exercício, o grupo prevê uma taxa de ocupação do hotel de cerca de 50%.
O hotel integra no mesmo edifício uma Malo Clinic vocacionada para o segmento do turismo de saúde, "que será também aberta ao público", segundo o director da unidade, Carlos Martins. O hotel vai contar ainda com um SPA, também gerido pela Malo Clinic, que detém o maior Medical SPA do mundo, em Macau.
Recorde-se que a Madeira está a apostar cada vez mais enquanto destino de excelência no sector do turismo de saúde e bem-estar, com o surgimento de outros hotéis virados para este segmento e através da promoção junto do mercado internacional e Portugal Continental.
Li Aqui

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

PSD retirou confiança política...

... a si mesmo, quando dá noção de uma profunda intolerância democrática com os seus vereadores. Mais: ignora que esses mesmos vereadores foram eleitos pelo povo, ou seja, afirma-se de costas voltadas para quem votou PSD? Assim o PS pode fazer todas as asneiras que lhe apetecer pois já tem as eleições ganhas por "falta de comparência" da equipa adversária.

Touché...

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Caminhos perigosos

Uma apreciação sobre o funcionamento dos negócios dos chineses, tal como foi apresentada por um comerciante da Mealhada ao JM, não só é um caminho perigoso, como me faz lembrar algo: também na Alemanha da década de 20 do século XX, em plena recessão originada pelo crash de Hall Street (algo de parecido com aquilo que estamos a viver), surgiu algum desconforto com a aparente "boa vida" dos negócios dos judeus, que viviam quase exclusivamente para o trabalho.

Sabem no que é que este tipo de pensamentos acabou, não sabem?

É uma tristeza que algum portugueses se esqueçam da vocação emigrante do nosso país, e do facto de sempre termos sido bem acolhidos em todos os países do mundo. O curioso, é que quando "vamos" para essas paragens, motivados pela necessidade de ganhar dinheiro, deixam de haver sindicalismos, horários de 40 horas, folgas, férias ou xenofobias... enfim... é com esse dinheiro que "damos" a volta à vida e conseguimos depois ir fazer compras a boutiques de luxo, comprar artigos de marca, e outras coisinhas chiques quando voltamos ao nosso país natal.

As lojas do comercio tradicional, estão justamente abertas nos horários ditos "normais", em total des-sintonia, com as necessidades de quem é comprador, e que normalmente está a trabalhar às horas e dias em que o comercio tradicional está aberto.

Se o comercio tradicional pretende sobreviver num mundo globalizado mas em crise, vai ter de (pelo menos) rever a sua posição em termos de horários e margem de lucro, ao invés de procurar explicações em pensamentos xenófobos que sendo fáceis, são igualmente perigosos.

Touché...

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Ai, o nosso Buçaco!



Ficam notificados todos os proprietários, usufrutuários ou rendeiros de quaisquer parcelas de prédios rústicos ou urbanos, incluindo logradouros, de coníferas (abetos, cedros, larix, piceas ou espruces, pinheiros, falsas-tsugas e tsugas) para procederam ao abate e remoção das árvores afectadas e das que apresentem sintomas de declínio (vulgo secas ou a secar), que se localizem na sua proximidade

in JM

Apesar de a situação se verificar "apenas" em Barcouço, convém mantermo-nos atentos no resto do Concelho, em especial no Buçaco, onde tantas árvores destas espécies existem.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Que juventude queremos?

Tantas vezes se fala sobre problemas de droga, alcoolismo e violência nas camadas mais jovens, que, em alguma altura nos questionamos sobre o facto de algo estar errado na política educativa e no modelo cultural actual.

Depois, mais tarde, atribuímos rios de dinheiro para tratamentos de desintoxicação, reinserção social, rendimento mínimo garantido, patrocínios a eventos desportivos de gente de outros lugares, e circo... muito circo... especialmente no Carnaval pois é aquilo que o povo quer desde o tempo dos romanos.

Quando se trata de apoiar eventos altamente estimulantes à cultura, espírito de equipa e cidadania da juventude, como as ESCOLIADAS, cortam-se os financiamentos, pois então!

MAS QUE RAIO DE SOCIALISMO É ESTE?

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Coisas de "La Pallice"

Sem divagar muito sobre as actuais obras, uma coisa é certa: será que não se conseguiria dar aos taxistas do Luso um lugar mais digno para poderem exercer a sua actividade durante o tempo em que dura o condicionamento a uma única faixa de rodagem na Avenida?

Por exemplo colocar temporariamente a praça de taxis na descida em frente do café dos "Lourenços" deixando assim duas vias de sentido livres, ao invés de estorvar o trânsito, dificultar a entrada de clientes e sujeitar gente que necessita de exercer a sua actividade económica, a "comer" pó, barulho e riscos desnecessários?

Já agora... até quando vai durar o corte de iluminação pública no Luso D'além que já dura há 3 semanas (pelo menos), com evidentes riscos de segurança para os seus habitantes, para mais numa altura em que anoitece tão cedo? Não vos parece que 3 semanas é demais mesmo em situação de obras? Não haverá circuitos alternativos onde a iluminação pública possa ser ligada, já que há corrente electrica em toda a rede de distribuição privada?

Mega-projectos com falhas básicas... enfim!


quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Porra, pá...


...Este blog é só água, ó o camandro.... então e o vinho, o leitão e as restantes MARABEILHAS????

...

Ainda com a tinta da apresentação do ciclópico projecto turístico para o Luso, fresca, não posso deixar de notar a sensibilidade do edil camarário para a questão da realidade do turismo local, e a demonstração do profundo conhecimento da realidade actual.

"Questionado sobre o impacto da não adesão dos municípios de Coimbra, Cantanhede e Figueira da Foz, e a consequência disso para o município da Mealhada, Carlos Cabral declarou: “Claro que não prejudica. São opções desses municípios que não tenho o direito de comentar”."

In Jornal Da Mealhada - Notícia completa aqui

Já agora pergunto eu:

- Há (ou haverá) algum projecto turístico da Mealhada que não dependa absoluta e inequivocamente daquilo que se passa em Coimbra?

-A não entrada de Coimbra "Claro que não prejudica" os interesses turísticos do concelho da Mealhada?

Acho que a água que bebi ao almoço, devia estar carregada com alguma coisa estranha, pois mesmo que tente e me esforce, não consigo entender nada disto. O problema deve ser meu - só pode.

Agora, mais devagar ainda:


Segundo os dados apresentados pelo antigo Instituto Geológico e Mineiro, actual Direcção Geral de Energia e Geologia, entidade que tutela o termalismo e as concessões de matérias primas do subsolo (como a água), O MERCADO DO TERMALISMO CLÁSSICO NÃO ESTÁ A DIMINUIR - Está estável e mesmo até com alguma tendência de longo prazo para aumentar.

Podem tentar torturar os números de todas as formas que entenderem, mas não podem fugir a este facto, mesmo que dê jeito ignorá-lo para justificar as mudanças de estratégia ou novos programas de propaganda política.


terça-feira, 4 de novembro de 2008

DESTINO LUSO-Saúde,Beleza e Bem-estar As opiniões de quem ouviu

Júlio Penetra
"...O Luso não pode perder capacidade de atendimento no cliente termal..."

Consideramos este projecto “LusoInova”, muito esperançoso para o Luso e para o concelho da Mealhada. Finalmente, parece estar reunidas as condições para transformar o proclamado “potencial” do Luso em riqueza efectiva. É apenas um projecto que aponta caminhos, e isso é importante, mas que agora precisa de congregar vontades e aproveitar oportunidades. A apresentação de hoje não valeu tanto pelas novidades, mas foi importante em termos de concretizar algumas peças do projecto e enquadrá-las num todo que se deseja coerente.
Quanto ao esboço do projecto para as Termas, não nos preocupa tanto a área de implantação total, que desde a primeira apresentação sabíamos que não correspondia à área operacional disponível nos edifícios existentes que é sensivelmente de dois mil e duzentos metros quadrados, mas ao espaço que venha a ser reservado ao Termalismo “Clássico”, que tanto quanto percebemos no esboço apresentado se limita ao espaço original das Termas (séc. XIX) implantado à volta da Buvete.
Continuamos a entender que o Luso não pode perder capacidade de atendimento no cliente termal que é o que mais alojamento e restauração gera.

Nuno Alegre
"...Preocupa-me que o termalismo lúdico não exista e que o clássico seja encurtado..."

Não se compreende, em primeiro lugar, porque razão não foram convidados para a sessão os actuais empresários e investidores do Luso. Será que este projecto não contempla, e assim deixa de fora, os que já cá estão e eventualmente precisarão de remodelar as suas estruturas? Se assim for, se o projecto está de costas voltadas para os que já cá estão, e se a ideia é os que vêm de fora tomarem conta de tudo, torna-se difícil compreender.
Quanto ao projecto em si, estou convencido que a sua concretização depende do mercado, numa evidente dependência da iniciativa privada. O que, face à crise económica internacional e a actual realidade do mercado turístico, me parece de difícil viabilidade. Falta-lhe, tal como está, pernas para andar, e não passando de um manifesto político. Note-se que os hotéis do Algarve, que é o principal destino turístico em Portugal e um indicador importante, não conseguiram cumprir orçamentos para este Verão e pela primeira vez estão a rever em baixa as previsões para os próximos anos. Ou seja, o que levará os capitalistas, os investidores a apostar aqui e não noutra zona qualquer? Não nos parece um projecto estratégico porque, pura e simplesmente, não está baseado em certezas de espécie alguma e ignora de todo a questão da sazonalidade que encontra a sua origem no tempo chuvoso que se vive nesta região durante o Inverno, não sendo de esperar que o S. Pedro mude de ideias só porque lhe pedimos. Mesmo quanto ao Golfe, se o projecto já tem investidor é porque terá mais valia imobiliária, não será, estou convencido, por causa do golfe.
Em relação à questão das Termas e do projecto da Maloclinics, que é bem-vindo e uma mais valia, como sempre dissemos, considero que o perfil do negócio não está voltado para o termalismo. Aliás, estou convencido que deita fora o mercado termal clássico, que se encontra numa fase de estabilidade e segurança a nivel nacional. Esta solução troca o certo pelo incerto e coloca o termalismo clássico no Luso no nivel que estava em 1926. A Sociedade da Água de Luso tem sabido criar novos produtos que acompanham as modernas tendências de mercado, mas nunca abdicou da produção do garrafão de 5Lt e muito menos da garrafa de 1,5 Lt porque são a base da empresa. Porque não adaptar, esta mesma estratégia ao termalismo, criando estruras novas, mas sem anular ou diminuir as existentes?
Como em qualquer mercado, é preciso saber responder a picos de procura. O termalismo não funciona no Inverno, funciona sim, em picos de procura durante o Verão, e, pelo que vemos, o que está projectado não conseguirá sequer, responder às necessidades dos termalistas de hoje. Por outro lado a proposta apresentada é quase estritamente clínica, é um SPA clínico moderno, mas onde não há espaço para o termalismo lúdico, que poderia ser a grande mais-valia do projecto. Estão a ser criadas as condições para satisfazer uma única unidade hoteleira — o Grande Hotel das Termas, ou como se irá chamar o Hotel SPA. Como está, o projecto não parece estar adaptado ao actual mercado Luso, fazendo-se tábua rasa do que já existe em beneficio do incerto.
Em síntese, preocupa-me que o termalismo lúdico não exista e que o termalismo clássico seja encurtado, o que quer dizer que dificilmente serão criadas externalidades
económicas positivas, no curto prazo, para o Luso e para a sua população. Os projectos locais só fazem sentido na medida em que servem em primeiro lugar, a população.

Raul Aguiar
"...Este projecto vai calar os cépticos..."

Continuo a acreditar neste projecto. Acho que tem pés para andar. É um projecto para a frente que atrairá jovens e futuro. Naturalmente que esta foi apenas uma apresentação e que é necessário ver mais. Não podemos deixar de ter noção de que o termalismo clássico tem estado a diminuir e que as soluções aqui apresentadas trarão novas dinâmicas e mais gente.
No que diz respeito à requalificação urbana da Avenida Navarro e, no fundo, do centro da vila do Luso, estou convencido que vai ficar espectacular, depois de completado com árvores e arranjo de jardins. Não creio que fique com o aspecto medieval que o granito podia fazer crer. Este projecto Destino Luso vai calar os cépticos.

Carlos Pinheiro
"...Parece-me um projecto de difícil execução..."

Do projecto apenas conheço o que foi apresentado no cineteatro Messias. Foi uma apresentação simples e não dá para ter uma opinião formada. Contudo, seria muito bom para o Luso que fosse possível colmatar os graves problemas pelas quais esta freguesia está a passar. Da parte da Câmara Municipal da Mealhada será sempre uma boa intenção, mas parece-me um projecto de difícil execução.

Carlos Cabral
Projecto ponto a ponto...

No final da cerimónia de apresentação do projecto “Destino Luso – Saúde, Beleza e Bem-Estar”, Carlos Cabral, presidente da Câmara Municipal da Mealhada, respondeu a todas as perguntas colocadas pelo Jornal da Mealhada a propósito do projecto e assuntos com ele relacionados.
O autarca reafirmou algumas ideias que tinha declarado a todos parceiros, deu mostras de grande optimismo e confiança no projecto e avançou com algumas informações relevantes como a da negociação que estará em curso com os proprietários dos terrenos localizados no centro do Luso, ao longo da vertente norte da Avenida Navarro, conhecidos como Quinta do Alberto, ou a da aprovação do Plano de Pormenor da Plataforma Industrial de Barrô, onde pretende instalar o Parque de Industrias da Saúde do Luso.

Plataforma Industrial de Barrô/Parque das Industrias da Saúde

O plano de pormenor foi, final e recentemente, aprovado. O cadastro dos terrenos e a identificação dos proprietários está feita, pelo que muito em breve começarão os contactos para aquisição do espaço e prosseguir o projecto da estrutura industrial.

Papel da autarquia na construção de conjunto de novos hotéis

O papel da Câmara Municipal da Mealhada na construção do conjunto de novos hotéis apresentados no projecto será o de propiciar o contacto, ser elemento de ligação. A Câmara não vai ser intermediário na compra dos terrenos, de forma alguma. Procurará, também, criar todas as condições e facilidades para que essa implantação, para a instalação dos hotéis se fazer o mais rapidamente possível.

Requalificação urbana do centro do Luso

Em relação aos terrenos da Quinta do Alberto, na vertente norte da Avenida Emídio Navarro, a Câmara Municipal está a negociar uma eventual compra, com os proprietários. Na sessão de apresentação o arquitecto Sidónio Pardal apresentou o esboço de uma ideia para revitalização do espaço, que passa pela transformação do espaço e busca de uma resolução urbanística que nesta fase poderá passar por ajudar a reflectir sobre o futuro do espaço no Plano Director Municipal. A Câmara valoriza a opinião do arquitecto e, a tese que defende para o espaço em princípio avançará, ultrapassadas as contingências do PDM.
Em relação ao parque de estacionamento, junto da Rua António Granjo, no Luso, o mais difícil está feito. Os terrenos foram comprados, foi feito o aterro e o espaço ainda só não foi aberto para utilização geral para que os autocarros não o invadam antes de estar completamente terminado. Também a proposta de Sidónio Pardal para transformação urbanística do espaço envolvente a esta zona terá acolhimento por parte da autarquia.

Termas de Luso — Parceira SAL/Maloclinics

Novembro de 2009 é a data prevista para a conclusão da primeira fase de transformação das Termas de Luso no projecto apresentado pela Maloclinics, parceira na exploração do espaço da Sociedade da Água de Luso. De qualquer forma, ao presidente da Câmara foram dadas garantias de que, pelo menos antes de 30 de Setembro de 2009, já uma parte do novo espaço estará a funcionar, conforme inicialmente anunciado.
A parte que há a fazer e a transformar em breve não precisa de licenciamento municipal, mas o presidente da Câmara tem conhecimento de que o projecto de arquitectura está em fase de especialidade desde meados do mês de Outubro. Estarão a haver algumas dificuldades em termos de acrescentos ao espaço original e ao que lhe é indicado o termalismo clássico manterá, no projecto, o mínimo.

Mata Nacional do Buçaco

Esperam-se para breve alterações profundas na forma de gestão da Mata do Buçaco. O Governo compreendeu a necessidade de mudar, pondo de lado uma situação inaceitável e aumentando a participação, nomeadamente da autarquia, na gestão de um espaço que faz parte integrante do município da Mealhada. Dentro de poucos meses existirá uma nova gestão que permitirá a máxima rentabilização do Buçaco.

Campo de Golfe da Pampilhosa

O projecto aguarda, há quatro anos, a aprovação do plano de pormenor. Em causa está um hectare de terreno que faz parte da Reserva Ecológica Nacional e vai deixar de fazer e uma outra parte que não faz e vai passar a fazer… Enquanto o plano de pormenor não estiver aprovado não se pode avançar no assunto.
Sampaio Nunes é um eventual investidor, é um entusiasta do projecto que está envolvido nele desde o início. A ideia do projecto é envolver os actuais proprietários nos dividendos da parte imobiliária em troca dos terrenos, numa solução muito proveitosa para todas as partes. Trata-se de terrenos que dificilmente sairiam valorizados sem uma solução deste tipo.
O novo IC2/IP3 será construído a nascente pelo que o campo de golfe terá a cerca de três quilómetros um nó de auto-estrada. O que se revela muito positivo para o projecto.

Centro de Estágios do Luso

O Centro de Estágios e o Pavilhão Municipal do Luso foram o primeiro passo de toda a revitalização do Luso. O Centro de Estágios é um importante espaço mas precisa de ser dinamizado. É também nesse sentido que a Câmara Municipal da Mealhada, em conjunto com a Secretaria de Estado do Desporto e com a Federação Portuguesa de Atletismo está a negociar a hipótese de instalação de um Centro Nacional de Alto Rendimento, no Luso, para atletas praticantes de Atletismo

In Jornal da Mealhada

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Downhill na nova Pista da Mata do Bussaco em Novembro

A Câmara Municipal da Mealhada, pretendendo incluir a Mata do Bussaco no roteiro turístico do concelho, está a apoiar a 1ª prova de Downhill Mata do Bussaco 2008, iniciativa da Associação de Amigos para a Defesa de Luso e Bussaco, que vai decorrer no fim-de-semana, dias 8 e 9 de Novembro, com partida junto à Cruz Alta. A prova vai inaugurar a nova pista de Downhill que inclui obstáculos naturais e outros criados para dar espectacularidade a esta modalidade. Perto de 150 atletas estão inscritos nesta prova que está a despertar o interesse dos adeptos desta modalidade não apenas pelo facto de se tratar de uma pista nova, mas também atendendo à tradição que a Mata do Bussaco, na freguesia de Luso, tem ao nível de grandes eventos desportivos. Esta prova de Downhill Mata do Bussaco conta para o Campeonato Regional de Coimbra. No Sábado, dia 8, entre as 09h30 e as 18 horas decorrem treinos livres e no Domingo os treinos oficiais decorrem entre as 09h30 e as 12h00. Pelas 13 horas pode-se assistir à 1ª manga e a 2ª pelas 15 horas. A entrega de prémios está marcada para as 17h30.O custo da inscrição é de 5€ para atletas federados e 10€ para não federados. Os prémios, até ao 5º classificado variam entre 150 e 25 euros. Haverá também troféus para os primeiros 3 classificados de cada categoria.As categorias em classificação abarcam diferentes faixas etárias: cadetes Masculinos (14-16 anos); Juniores Masculinos (16-17 anos); Elites Femininos (Todas as idades); Elites Masculinos (18-29 anos); Master 30 (30-39 anos) e Master 40 (mais de 40 anos).

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Fim de Semana do Alterne




Decorre durante este fim-de-semana o 4º Salão Erótico de Lisboa, onde a troco de 20 euros (uma pechincha) posso assistir a todo o tipo de shows eróticos sem receio de ser apanhado numa rusga e ao qual nenhum dos Jornais da Bairrada não deixou de fazer Manchete de 1ª página esta semana.
Vou Sozinho em introspecção, neste fim de semana de finados em que nos temos de encontrar com nós próprios e com as maravilhas que nos rodeiam.
Quem mostrou alguma revolta segundo li nestes semanarios e Vi na SIC foi Rui Pedro Lopes proprietário do Ritmus Club na Curia .
"Eu até sou a favor das acções de fiscalização, mas acho que têm exagerado. Hoje fiquei com a noite estragada"
Esta casa de alterne, aberta há menos de um mês, estava em pleno funcionamento quando mais de duas dezenas de militares da GNR e agentes do SEF entraram e mandaram acender as luzes. Se as quinze mulheres, na sua maioria estrangeiras, quase não reagiram, já da parte dos clientes foram várias as "bocas" perante a presença de militares do Pelotão de Intervenção, que impediam a saída de quem quer que fosse, antes de ser fiscalizado.
Cerca de uma hora depois, os ânimos exaltaram-se, quando a imprensa, devidamente autorizada pelo proprietário a captar imagens – desde que protegidas as identidades –, apontou as máquinas.
"Para me tirar fotos têm que pagar", protestou energicamente uma alternadeira, vestida de polícia. Tirando o generoso decote, estava fardada a rigor. "Ninguém fotografa, nem filma, porque temos direito à imagem", protestavam as colegas, apesar das explicações dos repórteres e do proprietário da casa, garantido a preservação da imagem.
Também alguns clientes não gostaram e reagiram mal. "Podem estar a pôr em causa matrimónios. Sabem bem que tipo de casas são estas", afirmou em tom exaltado um deles, receando que a mulher pudesse ver as imagens.
O proprietário do Ritmus Club, casa que está licenciada como ‘café restaurante’, diz ter licença para apresentação de espectáculos, entre os quais o streep.
Quanto às mulheres, diz que elas são contratadas através de uma agência de Lisboa, de cuja legalidade nunca duvidou. Os empresários dizem que há cada vez maior preocupação com o cumprimento da lei e asseguram que o "sector do alterne tem sido massacrado de mais".
In Correio da Manhã

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

De facto...



... uma apreciação (ainda que superficial) das plantas apresentadas pela maloclinics e sociedade da água de luso sob o aval da câmara municipal da Mealhada, vem confirmar vários factos:

- A área para termalismo clássico foi diminuída, o que faz com que diminua a capacidade de resposta a este tipo de termalismo em altura de picos de procura (ou estão à espera que as pessoas venham para o Luso no Inverno?)

- A vertente clínica, wellness e fitness foi a grande aposta.

- O termalismo lúdico não foi contemplado sendo por isso um projecto pouco vocacionado para a vertente turística.


- Do ponto de vista técnico, acabamos de ficar de mãos atadas face à realidade da actual oferta hoteleira e comercial, ou seja, vamos todos ter de readaptar a nossa vila a uma nova realidade e manter os "bicos calados" relativamente ao cumprimento ou não do contrato de concessão da Sociedade da Água de Luso.


- NÂO TEMOS MEDO! SOMOS DO LUSO! SEMPRE NOS SOUBEMOS ADAPTAR E NÃO TEMOS MEDO DE MUDANÇAS!... mas temo que para alguns, seja já tarde demais e que a criação (e aprovação) de um projecto que não levou em conta a realidade envolvente, inicie uma verdadeira "travessia do deserto" para alguns lusenses.... ou então, faz tudo parte de um plano maior (encapotado nas entrelinhas) que, para descobrir espaço comercial e hoteleiro para "as tais" 43 novas empresas e 5 hotéis, planeia a extinção de todos os outros negócios existentes.

Assim, começo a ter sérias dúvidas, sobre quais as reais intenções, da actual Câmara Municipal de Melhada sobre o Luso - será que, fartos de nos ouvir protestar, resolveram expulsar-nos por falência para abrir a porta a desconhecidos?.... e o mais engraçado é que "as oposições" nada fazem... ou estarão à espera das eleições?

Touché....

(mais pormenores em aqui)

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Turismo do Centro Voa para Aveiro


Pedro Machado, apresentou ontem formalmente a sua candidatura (unica) e pode fazer as malas para Aveiro, ocupando a cadeira na nova sede instalada naquela cidade ocupando as antigas instalações da Região de Turismo da Rota da Luz.

A Lista Apresentada:

DIRECÇÃO
» Presidente «
Pedro Machado

» Vice Presidentes «
Armindo Jacinto (Edil de Idanha-a-Nova e presidente do parque natural Naturtejo)
Adriano Azevedo (Edil de São Pedro do Sul, liderou a Região de Turismo de Dão-Lafões)

» Vogais «
Luis Vilar (Membro da Comissão Executiva da RTC cessante)
Ribau Esteves (Edil de Ílhavo e presidente da AMRIA)
Pedro Silva (Ex presidente Rota da Luz)
Jorge Almeida (HAP Associaçao Hotelaria Portugal)

» Suplentes «
Luis Antunes (Vereador Camara municipal Lousã)
Vitor Osorio (APAVT)
Julio Norte (Vereador Camara municipal Mortágua)
Hilario Costa (ARESP Associação de Restauração e Similares de Portugal)

MESA ASSEMBLEIA GERAL

» Presidente «
Joaquim Mourão (Edil Camara municipal Castelo Branco)

» Secretarios «
Fernando Marques (Edil Camara municipal de Ansião)
Fernando Lopes (Edil Camara municipal de Castanheira de Pêra)

Luso, Destino Turístico ?

Quem viajar um pouco (nem sequer é preciso muito), depressa se apercebe que há locais do mundo com grande capacidade de captação de turistas - não só em quantidade mas em capacidade de gastar dinheiro mesmo que para isso tenham de contrair empréstimos. Não são locais turísticos mas sim destinos turísticos (que são duas coisas distintas). Só existe um destino turístico quando há todo o tipo de valências destinadas a todos os segmentos de mercado - baseia-se no princípio de que todos os turistas são bem vindos pois aqueles que hoje são modestos podem muito bem vir a ser de luxo num futuro próximo. Mais... baseia-se no princípio de que a relação entre turista de luxo e capacidade de gastar dinheiro que reverta a favor do desenvolvimento do próprio destino é tudo menos linear, sendo comum ver um casal de 18 anos a gastar bem mais que um casal de 81 anos.

Outra questão relativa aos destinos turísticos, resume-se à abrangência territorial, sendo utópico, nos dias de hoje, pensar numa terra isolada como destino turístico. Há falta de "volume crítico" a todos os niveis, seja ao nivel da quantidade de turistas, pessoas com formação específica na área de hotelaria e turismo, etc, etc, etc...

Essencialmente, aquilo que faz falta, é a existência de alguém que, de facto, perceba "alguma coisinha" de turismo, dentro da Câmara Municipal da Mealhada, ou que pelo menos, haja a humildade de (finalmente) recorrer a algumas das empresas de consultoria sérias e com créditos firmados a nível internacional, que elabore um plano sustentável e viável para o turismo no Concelho da Mealhada (e não apenas no Luso).

Nos tempos que correm, com cadeias hoteleiras cujos hotéis, ancorados em destinos turísticos "maduros" como "Lisboa", "Algarve" e "Madeira", a não conseguirem cumprir os orçamentos mensais ( e assim a ter prejuízos), será de estranhar que, haja investidores sérios, que não sejam apenas produto da vontade da reeleição, que estejam dispostos a investir neste concelho.

É uma pena que ninguém comente nem faça nada, relativamente a este tipo de demagogia que cada vez nos vai enterrar mais.

Está para acabar mais um mandato PS, e a pergunta terá de ser colocada assim:

"O que é que de facto mudou durante este tempo?"
"Os negócios locais estão mais prósperos? "
"As pessoas vivem melhor e podem encarar o futuro com mais optimismo?"
"O Caminho político escolhido tem dado algum resultado?"
"Não estará na hora de mudar?"

Pensem nisto...

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Bravo, Sr. Vereador Breda Marques!

"Numa altura em que se discute a possível saída de vários funcionários da SAL a Câmara Municipal da Mealhada vai fazer a apresentação do plano de desenvolvimento do projecto “Destino Luso – Saúde, Beleza e Bem-estar”, já na próxima quinta-feira, no Teatro Messias. Um dos principais parceiros deste projecto é precisamente a SAL.

A oportunidade pode não ser a melhor, uma vez que, as atenções estão concentradas na questão do desemprego e nas expectativas que foram criadas, com a assinatura de um protocolo entre a SAL e a Câmara, que de algum modo estão a ser goradas."

In Conta Corrente

Resta saber, se estará a haver algum "trade-off" do género "Eu deixo-te fazer isto, se me deres aquilo"

Newsletter Lusoclássicos

Rally de Mortágua, 24 e 25 de Outubro de 2008

Dupla Raul Aguiar/Pedro Pereira de volta às emoções fortes.

É o mote dado novamente pela dupla Raul Aguiar e Pedro Pereira aos comandos de um Mitsubishi Lancer Evo IV.

A formação do Luso num Mitsubishi Lancer Evo IV volta novamente às lides desportivas no Rally de Mortágua nos próximos dias 24 e 25 do corrente mês.

No último Rallye de Arganil, a dupla acabou no terceiro lugar, sendo uma grande surpresa. Raul Aguiar inactivo nos ralis há uma série de anos voltou e surpreendeu muita gente ou mesmo toda deixando para trás outros pilotos com boas máquinas e com ritmo de campeonato.

Tratou-se de um prémio justo e muito aplaudido de uma dupla que, ausente dos grandes duelos há quase sete anos, continua a mostrar o seu real e inequívoco valor, até porque Raul Aguiar e Pedro Pereira já conquistaram o título de campeões regionais de ralis do Centro, precisamente no ano em que enveredaram pelo abandono em termos de competição.

Pelas razões acima referidas, a dupla, no entanto, entregou-se de alma e coração à prova do Clube Automóvel do Centro e conduziu com muita serenidade o Mitsubishi Lancer Evo IV, sempre "acoplada" por uma pequena multidão proveniente do Luso, pincelando o espectáculo com um múltiplo colorido, fazendo relembrar os tempos de outrora.

Em suma, tratou-se de um regresso que se saúda, não só pela valorização que Raul Aguiar e Pedro Pereira emprestam à competição, mas sobretudo pelo colorido multifacetado com que os acompanhantes proporcionam em qualquer uma das partes onde decorre a prova, desde as "especiais" passando pelo parque de assistência, bem como nas ligações, início e final das provas.

É com este espírito que desejamos toda a sorte do mundo a estes dois "belos" rapazes.

O Rali de Mortágua, prova que voltará a estar integrada no Campeonato de Portugal Ralis, o mais alto escalão desta modalidade, e continua com o Campeonato de Portugal Clássicos de Ralis.

Dado todo o empenho da autarquia de Mortágua, numa parceria já de alguns anos, o Rali desenrolar-se-á quase todo neste Concelho, tendo como principal novidade a realização de uma Super Especial na noite de Sexta-Feira, mas sendo as provas especiais do dia de Sábado idênticas ao do ano passado, mudando apenas a ordem, já que foi do agrado da generalidade dos concorrentes e dos milhares de espectadores que se estiveram presentes naquela prestigiada prova.

A parte competitiva do Rali de Mortágua será constituída pela já referida Super Especial de Mortágua e no dia seguinte pela dupla passagem em 3 Provas Especiais (PE’s) em piso de Asfalto: Mortágua – 25 Km (que ligará a proximidades desta Vila à Serra do Buçaco, local onde terá uma passagem pelo concelho de Penacova), Espinho – 20Km (à volta da serra de Espinho, a Norte da EN 234) e Aguieira – 15Km (desde as serras da parte Norte do Concelho até ao vale junto de uma das Albufeiras da Barragem da Aguieira).

A prova, com uma extensão de 273,75km, será muito compacta, já que as suas 7 Provas Especiais perfazem 121,31km, ou seja 44,3% do percurso da prova. Esta particularidade, entre outras, contribuirá para uma redução de custos para os concorrentes, sendo um dos aliciantes para que estes participem na prova.

Outra medida positiva neste aspecto é a boa qualidade de todos os pisos e a existência de um único Parque de Assistência.

Quanto ao público, não faltarão motivos para a sua comparência massiva em Mortágua. Desde a grande quantidade e facilidade de acessos a zonas de grande espectacularidade (onde se inclui a Super Especial), como as próprias características das PE’s, que são muito técnicas, variadas e privilegiam os aspectos ligados à condução. Outro aliciante é poderem assistir à passagem dos concorrentes do Campeonato de Portugal Clássicos de Ralis, que irão conduzir viaturas de modelos que se tornaram ícones dos ralis ao longo dos tempos, e que neste rali efectuarão as mesmas 4 primeiras classificativas que os concorrentes ao Campeonato Nacional de Ralis.

Até Mortágua!



Mais informações sobre o Rally em : http://www.cacsport.com/mort08/index.html

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Concurso Público para Adjudicação do Direito de Exploração do Parque de Campismo do Luso

A todos os Potenciais interessados está desde já disponível o anúncio do Concurso Público para Adjudicação do Direito de Exploração do Parque de Campismo do Luso.
“...
Critérios de adjudicação: A adjudicação será feita à
proposta mais vantajosa, tendo em conta, por ordem decrescente,
os seguintes factores:
a) Contrapartidas económicas oferecidas (80%);
b) Experiência comprovada na gestão e exploração de
parques de campismo que garanta a prestação de um serviço de
qualidade (20%).
A base de licitação para efeitos de concurso é de
€ 30.000,00, para o período global de vigência do contrato ( 5
anos)..."

Anúncio do Concurso

Destino Luso - Saúde, Beleza e Bem-estar

Câmara apresenta Plano de Desenvolvimento

A Câmara Municipal da Mealhada realizará, quinta-feira, 23 de Outubro, a partir das 17 horas, no cineteatro Messias, na Mealhada, a apresentação do plano de desenvolvimento do projecto Destino Luso – Saúde, Beleza e Bem-estar.
A sessão constará de seis painéis a que se seguirão as palavras de encerramento por parte de Carlos Cabral, presidente da Câmara Municipal da Mealhada. "Este projecto vai ser apresentado na presença de imensos intervenientes. O objectivo primordial é o de captar investidores e alguns já vão assirtir a este encontro", explicou.
Victor Cardial, da empresa que promoveu os estudos do projecto Luso Inova, será o primeiro orador no painel “Destino Luso – Um projecto de interesse nacional”. Segue-se o painel “Requalificação das Termas de Luso – Um novo conceito”, por Pedro Tavares, da Maloclinics, parceira da Sociedade da Agua de Luso para a gestão das Termas. Nuno Pires, da Sociedade da Água de Luso, apresentará o painel “Agua de Luso – Inovação e Saúde”. Depois, o arquitecto Sidónio Pardal, autor do projecto de reconversão da Avenida Navarro, apresentará o painel “Requalificação urbana – ideias para a valorização do centro da vila do Luso”. A Sampaio Nunes, antigo secretário de Estado e empresário, caberá a apresentação do painel “O Golfe – Actividade âncora para requalificar a região centro”. O último painel, “PITERC – Projecto integrado do Turismo para a região Centro”, será apresentado por Luís Tadeu, da FORDESI.

Li Aqui

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Tudo decidido?


Pelos vistos está tudo decidido! Vai ser criado mais um organismo "político" quando aquilo que todos nós necessitávamos, era um organismo "turístico".

Novos WCs na Fonte?


(clica na imagem para ampliar)

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Parque de campismo de segunda dá lugar a hotel de primeira.


A Câmara da Mealhada quer avançar com o Plano de Pormenor da Zona Nascente da localidade do Luso, que prevê a criação de uma zona turística de qualidade (projecto Inova) no local onde está implantado o actual parque de campismo.

A autarquia pretende relocalizar o equipamento no Plano de Ordenamento da Mata do Bussaco, mas o processo não avança por alegada falta de resposta dos técnicos da Universidade de Aveiro, responsáveis pelo Plano de Ordenamento e Gestão da mata nacional do Bussaco.

É que o parque de campismo futuramente situado na Mata do Bussaco, será gerido pela futura “cooperativa de interesse público” a mesma que vai gerir o Bussaco. Os técnicos responsáveis pelo plano de ordenamento, através do seu director, propôs à câmara, em Junho de 2007, um protocolo de colaboração para a gestão conjunta da Mata, no sentido de lhe dar usos múltiplos e requalificá-la. Carlos Cabral, o actual presidente da autarquia, lembra que o documento foi aprovado pela câmara e assembleia municipal, tendo ficado desde então em "banho-maria".
Carlos Cabral pediu na semana passada uma reunião "com carácter de urgência" ao Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas que esteve presente na Mata do Bussaco no passado mês de Agosto, para "clarificar de uma vez por todas a situação".

O presidente do município da Mealhada salienta que o impasse gerado pelo POG está a entravar não só as necessárias intervenções na Mata, uma "área muito sensível ", como também todo o normal andamento do Plano de Pormenor da Zona Nascente da Vila de Luso, previsto pelo Plano Director Municipal. Trata-se de uma área global de 15 hectares, que de acordo com o PDM, deverá ser transformada numa zona turística de expansão, integrando um espaço de 60 mil metros quadrados de construção, com um hotel de cinco estrelas, precisamente no local onde está implantado o parque de campismo, bem como uma ampla zona verde com cerca de cinco hectares previsto no plano Inova.

Para Carlos Cabral, as medidas previstas pelo plano, da autoria do urbanista Sidónio Pardal, que "respeitam integralmente o PDM”, vão permitir, por um lado, "aumentar a qualidade da oferta turística da zona, já que a Vila de Luso não tem um hotel de cinco estrelas" e, por outro, "construir um parque de campismo novo, numa área de 10 hectares, com todas as condições e requisitos exigidos por lei". "O próprio parque de campismo é um projecto estratégico, inserido no âmbito da valorização da oferta turística da Vila de Luso", salienta o autarca.

Não percebo nada disto !

Pelos vistos, o pequeno campo de futebol feito recentemente junto ao centro de estágios, pela Junta de Freguesia de Luso não pode ser utilizado porque a areia é muito mole?!

Só resta a solução de fazer uma equipa de futebol de praia e efectuar a inscrição no "Mundialito" da Figueira da Foz. Pelo menos assim, já não podem acusar-nos injustamente de sermos "brinca n'areia"

O assunto até seria para rir, não fosse o facto de o CDL não permitir a utilização do campo "do Valinho".

Às vezes, dá a sensação que não estamos, de facto, todos no mesmo barco.

Parque de Campismo ?

"Questionado sobre esta situação, Carlos Cabral garantiu: “É verdade que a Orbitur vai cessar as suas funções no final do ano de 2008, porque termina o contrato nessa data e esse grupo não está interessado em renová-lo."

in JM


... aproveite-se então a oportunidade para repensar a questão da instalação de uma piscina e da abertura de melhores acessos à estrada de Viseu, através de Carpinteiros.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

E o "nosso" patrão ?


(clica na imagem para veres informação mais detalhada)

Será que alguém ainda acha que isto não vai ter implicações locais?

Coimbra deixa cair região de turismo

Puxando dos seus trunfos, Coimbra reiterou a sua intenção de não integrar a região de turismo do centro, esvaziando o referido organismo de um qualquer destino com peso e prestígio internacional.

Resta saber o que é que o Concelho da Mealhada, onde se encontra localizado o Bussaco (que tanto interessa a Coimbra), vai fazer sobre este assunto?

Eu espero, sinceramente, uma "colagem" a Coimbra.

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

ASAE Deposita na Mealhada Material Apreendido


As instalações do antigo Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), na Mealhada, servem a partir de agora, como Armazém Nacional da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE). Todo o tipo de material apreendido por esta autoridade em todo o país, à ordem de processos judiciais, é ali depositado...
... O aparente secretismo deste armazém nacional da ASAE no coração da cidade da Mealhada foi constatado através do contacto que fizemos com a direcção regional desta autoridade de segurança em Coimbra, que começou por desvalorizar o assunto...

Ver notícia na íntegra no Diário de Coimbra

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

"Vivemos tempos difíceis"


Ontem dia 5 de Outubro, marcado pela crise financeira global, o Governo ficou a saber que o Presidente da Republica no seu discurso comemorativo considera que não se está a ter uma visão realista dos problemas que os portugueses estão a enfrentar nem se está a preparar o país para os tempos difíceis que aí vêm. O primeiro-ministro, logo após a intervenção de Cavaco Silva, afirmou que o Governo tem adoptado medidas para apoiar os mais desfavorecidos e que não está a dormir no que diz respeito a este assunto.
Infelizmente o mesmo não pensa o Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, que num sono profundo assiste ao discurso do Presidente durante as referidas comemorações.

Nova Escola de Hotelaria no Luso tem pernas para andar.


O Turismo de Portugal vai voltar a investir na formação com a Nova Escola de Hotelaria e Turismo que vai ser construída no Luso, nas antigas instalações da Pensão Avenida e Pensão Lusa.

«Esta unidade vai representar uma aposta num moderno sistema de ensino, estando equipada com quadros interactivos e integrando planos curriculares mais adequados às necessidades do mercado de trabalho, com uma maior formação comportamental e um reforço de línguas e tecnologias da informação. A adesão ao projecto e-escola do Ministério da Educação, que permite aos alunos e formadores adquirirem um computador portátil com ligação à Internet por 150 euros, é outra das inovações da Escola de Hotelaria e Turismo de Luso», adiantam em comunicado.


Na sessão de apresentação que se vai realizar no Casino do Luso no próximo dia 25 de Outubro, vão estar presentes o presidente do Turismo de Portugal, Luís Patrão, o presidente da Região de Turismo do Centro, Pedro Machado, e o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Carlos Cabral.


A estrutura formativa resultou de um protocolo celebrado entre o Turismo de Portugal, que adquiriu o equipamento operacional e pedagógico, e a Câmara Municipal da Mealhada, que vai ser responsável pelas obras de adaptação nos edifícios das antigas pensões Lusa e Avenida, de acordo com comunicado de imprensa.


2,75 milhões de euros
O projecto, da responsabilidade do Turismo de Portugal, representa um investimento de 2,75 milhões de euros, financiado pelo Orçamento do Estado e pelo Programa Operacional da Região do Norte (FEDER).
A Escola de Hotelaria e Turismo de Luso vai permitir acolher, anualmente, entre 150 e 175 alunos, distribuídos pelos cursos de qualificação inicial de cozinha, restaurante-bar, alojamento e turismo, com equivalência ao 12º ano de escolaridade.
«Esta nova unidade de formação possibilitará, também, ministrar acções de qualificação, especialização e aperfeiçoamento dirigidas aos profissionais da hotelaria, restauração e turismo, para cerca de 200 formandos por ano», acrescentam.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Serralves muda-se para os Antigos Escritórios da SAL


Os antigos Escritórios da Sociedade Água do Luso, apresenta a partir de Outubro e até ao final do Inverno a colecção de obras de arte contemporânea da Fundação Serralves, iniciativa da autarquia local em parceria com o programa "Luso Inova".
A exposição "Livre Circulação/Toll Free: Serralves no Luso" inclui obras de artistas plásticos como René Bertholo, João Penalva e Julião Sarmento, que utilizam a escultura, o vídeo e o filme como suporte.
A mostra de arte contemporânea, comissariada pelo director do Museu de arte Contemporânea da Fundação de Serralves, João Fernandes, abre a 14 de Outubro e fica na Vila de Luso até 30 de Janeiro.
Paralelamente, a Fundação Serralves leva ainda ao Luso uma exposição de arquitectura intitulada "Livre Circulação: Arquitectos Europeus em Trânsito", que reúne projectos de arquitectos portugueses realizados fora do país e de estrangeiros realizados em Portugal.
O objectivo, segundo os responsáveis da iniciativa em comunicado, é criar "um novo conceito de turismo de Inverno", despertando "outras motivações na visita dos turistas", com trajectos que interligam o ambiente, a arquitectura e a arte.
Durante os meses de Inverno, a vila termal vai ser palco de diversos eventos culturais, com espectáculos do pianista Pedro Burmester, a 22 de Outubro, e Eugénia Melo e Castro, a 04 de Novembro, no remodelado Casino.
A autarquia local promove ainda, a 04 e 05 de Novembro, o "1.º Festival África Minha", no qual actua o cantor Tito Paris, e a apresentação, a 29 e 30 de Janeiro, da peça de teatro "Miss daisy", com Eunice Muñoz, no Casino.
A 2.ª Edição do Aquajovem, que vai decorrer nas renovadas Estufas da Mata do Bussaco de 19 a 22 de Novembro, vai ter em palco o veterano Joe Cocker, Rui Veloso e bandas como Blasted Mechanism e Orishas.

Aimee Mann - 18 de Outubro em Portugal

Video do filme "da minha vida", "Magnolia", de 1999, do Paul T. Anderson, cuja banda sonora principal foi da Aimee Mann, para mim desconhecida até ver o filme. Tenham uma boa semana.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Bom fim-de-semana - parte III

É para dedicar a ela...

Preço dos combustíveis


O preço do petróleo está em queda, mas tal não se reflecte no que se paga quando abastecemos o carro. Se está solidário com esta causa, faça crescer a lista dos nomes para protestar junto do Governo.

As alterações ao custo da gasolina não têm acompanhado a descida do preço do petróleo. A avaliar pelas centenas de reclamações recebidas, os consumidores, e com razão, começam a questionar a forma tardia como as gasolineiras reagem.

Reivindicamos mais transparência no sector e a criação de uma entidade reguladora competente. Mais: queremos que o Governo aumente a eficiência na sua acção de fiscalização. Caso queira juntar-se ao nosso movimento de protesto deixe os seus dados. O seu apoio será utilizado para reclamar os seus direitos junto das autoridades competentes.
Subscrição aqui

Torne esta causa mais visível
Descarregue o cartaz alusivo, imprima e cole-o no seu carro

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Para o asdrubal, o desterrado


"A vida não chega.Uma vida não me basta. Não há dias suficientes. Muita coisa para fazer, demasiadas ideias. Cada pôr-do-sol aborrece-me porque outro dia se foi." (tradução livre minha)

Para quem não conhece, ou não se recorde, um filme delicioso que tem a capacidade de nos deixar aquele sorriso meio tonto durante um tempo. Porque o desterro também pode ter coisas boas!

"Luso Vital" - Como fazer coisas com palavras

Ora à coisas do camandro. Quantas vezes nos deparamos com crónicas escritas por supostos intelectuais da nossa praça, a debitar dissertações sobre temas ditos banais, em que no final ficamos com um nó no cérebro sem perceber nada de nada, ou bem pior, mais do mesmo.

Achei uma certa piada a este trabalho realizado por quatro "joves" ditas banais, que tocaram num tema "batido" com algumas tiradas inteligentes.

http://luso_vital.blogs.sapo.pt/

Achei particularmente interessante a "Proposta Final".

Objectivos:

Inovar, desenvolver e valorizar o património natural e cultural presente no Luso e no Buçaco;


Levar a população a reflectir acerca da importância do Buçaco, da sua história e riqueza tanto a nível da arquitectura como da flora e da fauna;


Contribuir para o melhoramento da mata (fauna e flora) e para a restauração da Via Sacra.


Proposta:

Criação de uma Associação Cultural com sede no Lago do Luso. Esta Associação teria por finalidade organização de eventos culturais, tais como:
Semanas da música;
Dias do desporto;
Dias da gastronomia;


Também a cargo desta Associação estaria a criação de um Grupo de Caminheiros da Serra do Buçaco. Este teria como finalidade organizar percursos e caminhadas à Serra, subordinadas a diversas temáticas:
Flora e fauna;
História e Arte.


Criação de um ponto “wireless” na ilha do Lago de modo a constituir uma fonte de encontro da população, especialmente os jovens;


Procedimento:

Para a concretização deste nosso “sonho” vamos dar dele conhecimento à Câmara Municipal da Mealhada, à Junta de Freguesia do Luso, à AJCL, à Sociedade das Águas do Luso entre outras associações…

Coisas que me fazem rir II

- O nosso Presidente da República não saber conjugar os verbos.
- O Jorge Coelho, o ex ministro da Obras Públicas que agora está metido nas obras públicas, vir avisar que, devido à crise, os "seus" projectos TGV e Aeroporto de Lisboa vão precisar de mais investimento por parte do governo (nosso).

Não estamos num país de depressivos mas de bipolares...

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Bom fim-de-semana - parte II

Bom fim-de-semana

RTP 1 - Bairrada

Durante estas semanas, o programa da manhã e da tarde da RTP1 tem sido sobre as vindimas em Portugal. Hoje é sobre a região da Bairrada, focando todas as "maravilhas" da região. Apresentado na Anadia. Apesar da selecção musical duvidosa, é de ver. Pelo sim, pelo não.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Tks to Pirandello

"

A sede da nova Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal pode ficar bem mais próxima de Coimbra para tentar amenizar a polémica instalada desde que se soube que o Governo a pretende instalar em Aveiro. Ao que o DC apurou, está em cima da mesa a possibilidade de sedear o turismo do Centro na Bairrada, na ex-Junta de Turismo do Luso, concelho da Mealhada.
Uma solução que respeitava o já decidido (na portaria publicada diz-se que a sede é em Aveiro, mas não especifica se é no concelho capital do distrito) e que em termos políticos até garantia que a sede do novo organismo ficasse num município liderado por um socialista (o que não acontece em Aveiro). A decisão deve ser tomada em breve (a 11 de Outubro o processo deve estar terminado).
Ao DC, Pedro Machado (presidente da Comissão Instaladora e, tudo indica, futuro líder da entidade) lembrou que a localização bem como a denominação a adoptar são da exclusiva competência do Governo pelo que se recusa a comentar quer a polémica política quer este cenário que poderia pacificar as várias hostes partidárias.
A sua preocupação, refere, é terminar com sucesso a sua missão e lembrou que já várias Câmaras (são 58 no total) aprovaram a sua inclusão na entidade (tem de ser aprovada pelos executivos e pelas Assembleias Municipais) bem como algumas entidades públicas e privadas (num total de 15) já responderam positivamente ao convite.
Sobre a provável recusa de Coimbra (e eventualmente da Figueira da Foz), Pedro Machado admite que seria uma «perda assinalável». Machado já conversou com Carlos Encarnação sobre esta questão e diz estar «preocupado» pois é seu objectivo «constituir a entidade com todos os municípios» assegurando a coesão regional. «Coimbra é um pólo da maior relevância. Tem uma notabilidade e marca além fronteiras pelo que espero que se possa equacionar uma solução para que Coimbra participe», concluiu."


in : Diário de Coimbra

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Eu também vou............



.............. pedir uma indeNização por ter sido ilegalmente obrigado a nascer neste país, carago!

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Cantigas do Sérgio



Vale a pena ver
castelos no mar alto
Vale a pena dar o salto
pra dentro do barco
rumo à maravilha
e pé ante pé desembarcar na ilha
Pássaros com cores que nunca vi
que o arco-íris queria para si
eu vi
o que quis ver afinal

É tão bom uma amizade assim
Ai, faz tão bem saber com quem contar
Eu quero ir ver quem ´em quer assim
É bom pra mim e é bom pra quem tão bem me que

Vale a pena ver
o mundo aqui do alto
vale a pena dar o salto
Daqui vê-se tudo
às mil maravilhas
na terra as montanhas e o mar as ilhas
Queremos ir à lua mas voltar
convém dar a curva
sem se derrapar
na avenida do luar



Aaaaaahhhhh.... ganda Sérgio.... ganda Manel... ganda letra....

PARALYMPICS 2012 - LONDON .......!!!!!!

Espera-se mais uma vez uma excelente prestação da delegação lusa (não confundir com Luso... carago).

Estão a pensar em convidar o Manel Pine para chefiar a delegação para não destoar muito..... alguns autarcas locais também já foram convidados.....







.... não, Cabana!!!!... os do Luso, não!!!!.... os da Mealhada!!!!.... dassssssseee ké preciso xplicar tudo, carago....

Aprovados os Estatutos da ERT centro

DR - 15 Setembro - Portarias que aprovam os Estatutos das Entidades Regionais de Turismo do Centro

Será que é desta?

E, já agora... o artigo original.

Pigs in muck

Published: August 31 2008 19:35 | Last updated: September 1 2008 09:09

Exciting countries get exciting acronyms, at least in financial circles. Fast-growing Brazil, Russia, India and China, for example, are called Brics, the very initials implying solid growth. Other countries are less fortunate. Take Portugal, Italy, Greece and Spain, sometimes described as the Pigs. It is a pejorative moniker but one with much truth.

Lex chartEight years ago, Pigs really did fly. Their economies soared after joining the eurozone. Interest rates fell to historical lows – and were often negative in real terms. A credit boom followed, just as night follows day. Wages rose, debt levels ballooned, as did house prices and consumption. Now the Pigs are falling back to earth.







in: www.ft.com



A questão é saber porquê, sendo uma "ofensa à nação", quem reage é o ministro da economia em vez do primeiro-ministro, ou até o Presidente da República. Estarão a tentar esconder o verdadeiro teor do artigo que visa a péssima prestação económica de Portugal, sob um véu de ofensa nacional?


Uma vez que toda a gente sabe que para os ingleses (tão nossos aliados que até já nos apresentaram um Ultimato Militar), "África começa ao sul dos Pirinéus".

Mas nesta esteve bem!

"Manuel Pinho "ofendido" com expressão usada pelo Financial Times

O ministro da Economia, Manuel Pinho, mostrou-se "ofendido" com a designação de "Pigs" (porcos, em inglês) utilizada pelo jornal britânico 'Financial Times' para se referir aos quatro países do sul da Europa - Portugal, Itália, Grécia e Espanha.

Diário Económico Online com Lusa

"Enquanto português que gosta do seu País, eu fico ofendido com tamanha designação. Fico, sinceramente, muito ofendido que designem o meu País por esse termo", disse Manuel Pinho, que falava aos jornalistas após a inauguração do Troiaresort, que teve lugar ontem.

Questionado sobre um eventual protesto junto do jornal britânico, o ministro da Economia e Inovação optou por não revelar a intenção do Governo português.

Num artigo intitulado ‘Pigs in muck’, o jornal britânico evidenciava o mau desempenho da economia e o agravamento do défice dos quatro países do sul da Europa - Portugal, Itália, Grécia e Espanha, depois de um período de crescimento na sequência da adesão à zona euro e à moeda única.

O acrónimo utilizado por aquele que é considerado como um jornal de referência na área da economia está a gerar grande indignação nos quatro países visados."

IN : http://diarioeconomico.sapo.pt






Esta dos "PIGS", é quase tão boa como aquela do "Allgarve" ou ainda melhor, aquela do "Europe's WC" de um célebre ministro, que por acaso até corre o risco de ser o mesmo.

Manuel Pinho, mais uma vez, no seu melhor.



"Ministro Manuel Pinho reage


O Ministro da Economia português já reagiu à falência do Lehman Brothers. Segundo Manuel Pinho, esta não é uma boa notícia para a economia mundial.

O ministro admite ainda que a situação financeira nos Estados Unidos é pior do que se julgava, mas o mesmo não sucede na Europa e, sobretudo, em Portugal, garante Manuel Pinho."

in http://www.rr.pt/informacaoDetalhe.aspx?AreaId=23&SubAreaId=54&ContentId=259924




Bom, resta-nos a satisfação de o Ministro Manuel Pinho contribuir activamente para a boa disposição nacional, através de um espalhar contagiante de GARGALHADAS.

Rir, é mesmo o melhor remédio :-))))))))))))))))))))))))))))))))))

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

"casas" da criança


Em mercado livre, quando há excesso de procura, há subida dos preços, o que torna o negócio atractivo para novos investidores. O processo de entrada de novos investidores só para quando o lucro deixa de ser atractivo, porque os preço são demasiado baixos. Isto beneficia os consumidores, que podem encontrar maior variedade, mais qualidade e menor preço - por isso é tão importante a concorrência.

Então será que alguém me explica as medidas proteccionistas feitas sobre algumas instituições regionais, que tantas dificuldades cria a alguns pais, que não têm onde deixar os filhos para ir trabalhar durante Agosto?

Ou será, que a conhecida amizade entre o Bissaya Barreto e Salazar e a "lei do condicionamento industrial" que protegia o "establishment" antes do 25 de Abril, ainda fazem sentir os seus efeitos?

Aquisição Potestativa

"(...) A aquisição potestativa, nas sociedades abertas, consiste na compra, por qualquer pessoa (singular ou colectiva) que tenha adquirido acções correspondentes a mais de 90% dos direitos de voto em resultado de uma oferta pública de aquisição geral, das restantes acções, mediante determinadas condições, sem que os titulares das mesmas consintam na venda.(...)"

É por este motivo que, vender o Grande Hotel e a "ilha" constituida pelos escritórios sede, armazéns gerais e balneário 2 (por tuta e meia) mas ficar com as acções da Bissaya Barreto, era tão importante para a Central de Cervejas.

Foi por este motivo, que as autarquias foram igualmente forçadas a vender.

Será que alguém se importa de explicar isto a algumas das pessoas do Luso?

sábado, 13 de setembro de 2008

Ponto Optimo de Impostos


Não é linear que um abaixamento da taxa de imposto, signifique uma diminuição da receita, apesar de poder ser sempre interpretado (pelas oposições) como uma medida eleitoralista - ver a curva de laffer acima.

A abordagem da temática, é tudo menos simples e linear, indo muito além da simples opinião pessoal do comum dos cidadãos que, por norma, não possuem os instrumentos adequados para analisar com honestidade e clarividência, as reais consequências deste tipo de medida politica.

Há muito que se defende o abaixamento das taxas de impostos em Portugal (e não apenas no Concelho da Mealhada) como meio de aumentar as receitas globais... coisa que dificilmente os corações socialistas, sociais-democratas e comunistas, embuidos da óptica do intervencionismo estatal, compreendem.

Por tudo isto, tenho dúvidas sobre que interpretação real dar, as últimas novidades sobre o IMI e IRC no concelho da Mealhada.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Engana-me que eu deixo...

Em política, e talvez ao contrário do que dizem os manuais de psicologia social, não são as primeiras impressões que contam, mas as últimas, as quais encontram terreno fértil na fraca memória política das gentes. Esta, sabemos, é a premissa que sustem todas as eleições e campanhas políticas em Portugal; para bem e para mal. E é já sem surpresa que estamos à espera, em ano de eleições, de muito pão e muito circo. Apesar de "tudo" isto, penso que as propostas de Carlos Cabral em relação à redução do IMI, IRS e derrama são de aplaudir (mesmo que "ele" as tenha subido para poder agora reduzi-las). Não me importo deixar enganar quando beneficio/amos com isso; afinal, quantos de nós já não deixou beliscar as bochechas e aguentou um ósculo molhadinho de uma tia velha só para receber uns trocos para guloseimas?
De qualquer modo, reitero os meus aplausos à iniciativa camarária.

A notícia aqui.

[P.s. a tia velha, coitada, vai, quase invariavelmente, acabar num lar, lá para o final da estória...]

Abriu a época da caça...!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Entretanto, parece que os treinos na Mealhada têm corrido muita bem, carago....

COMPREM JÁ A VOSSA CAIXA DE CARTUCHOS...!!!!

Nunca se sabe quando é que essa mania não se torna contagiante... LOLOLOLOL





Por falar nisso, ó Sereno, não seria melhor o pessoal começar a andar de sandálias.... não, aquelas apaneleiradas, não... das outras....

É beber pra esquecer !!!



Não foi no Buçaco, mas podia muito bem ser... LOLOLOLOLOLOL